наверх
Editar
< >
VERSATILE MAGE Capítulo 111.

QUANZHI FASHI – Capítulo 111. – VERSÁTIL MAGE português

Editado por Leitores!


Capítulo 111.

Feixes de luz roxa repentinamente brilharam em algum lugar perto do shopping center, após o qual um raio ficou visível. Tudo terminou com o uivo doloroso do Lobo Mágico de Um Olho. Seu corpo estava carbonizado em algumas partes e seus olhos estavam cheios de raiva. Infelizmente para ele, ele não conseguia se mover e, portanto, apenas rosnava de raiva e desejo de despedaçar uma pessoa, o que o levou a tal ponto. Finalmente, após alguns golpes, ele começou a cair. Ele não teve chance quando foi emboscado por este mago.

“Felizmente, eu o avistei a tempo e armei uma emboscada,” disse Mo Fan, respirando fundo, olhando brevemente para o lobo morto.

Esta é a primeira vez que ele luta contra uma besta mágica sozinho, se não fosse pela magia do relâmpago, o lobo mágico iria facilmente chegar até ele e estraçalhá-lo. No entanto, Mo Fan usou o efeito paralisante da magia de raio em sua vantagem, alternando com a magia de fogo. O lobo desavisado estava desarmado contra ele.

Passando por este beco, ele poderia chegar ao shopping com rapidez e segurança. Como esse beco estava abandonado e, portanto, seguro, o menino não tinha muito sobrando.

***

Dois homens, totalmente vestidos de preto, estavam perto da plataforma no shopping. Parece que eles não se importam em nada com o fato de estarem cercados por bestas mágicas.

“Houve um flash de luz roxa! O mágico relâmpago deve estar lá. Sim, ele está lá! Ele parece estar indo em direção a um shopping.” disse um deles.

“Este é ele”, disse outro homem que tinha o rosto desfigurado, os olhos irradiando ódio frio.

“Você o conhece?”

“Claro! Espere aqui, vou matá-lo! O cara respondeu, com ódio nos olhos.

“Não perca muito tempo, nós temos nossa própria missão.”

“Eu sei! Mas eu tenho que matá-lo! ” assim que ele terminou de falar, o mascarado fez alguns sinais com a mão e vários animais convocados o seguiram, correndo em direção ao shopping.

***

Por outro lado, Mo Fan já chegou aos degraus do shopping. Parece que a sorte sorriu para ele, pois os ratos de olhos grandes que rondavam por perto não prestavam atenção nele, ou melhor, simplesmente não o notavam.

A entrada foi parcialmente destruída e Mo Fan decidiu verificar a área para outros animais para evitar uma emboscada. Ele não queria se colocar em perigo desnecessário até que encontrasse sua irmã. Assim que ele polvilhou uma pitada de pó mágico, ela o avisou que uma besta mágica estava se aproximando dele, e em alta velocidade.

A silhueta avançou em direção a Mo Fan, atacando com sua velocidade, suas garras afiadas deslizando ao longo da superfície da porta de vidro, enquanto Mo Fan conseguia se esconder atrás dela, obedecendo aos instintos de se esquivar das garras. A silhueta continuou seu ataque e acabou quebrando a porta, estilhaçando o vidro em pequenos pedaços

Mo Fan desapareceu rapidamente no shopping, depois percebendo que estava ferido no braço, do ombro até cotovelo devido ao vidro estilhaçado, este ferimento lhe causou uma dor ardente.


Encontrou um capítulo ou texto ausente - relate-o nos comentários. Você pode melhorar o Texto com o Editor!


“Que diabos é isso!? Tão rápido!”

“Felizmente, percebi a tempo por causa do pó mágico, caso contrário, ele definitivamente me faria em pedaços!”Mo Fan prendeu a respiração e se virou, olhando confuso para o atacante.

Fera recrutadora das trevas!

Mo Fan ficou muito surpreso que essa criatura, com um corpo distorcido e um rosto incrivelmente feio, pertencesse ao culto do demônio. Seu povo deve estar em algum lugar próximo.

“Você se esquiva muito bem, mas infelizmente para você, não verá o amanhecer de amanhã. Disse uma voz fria vindo da porta quando o homem de preto saiu do esconderijo.

“Quem é você?” Mo Fan sentiu que essa voz lhe era muito familiar, mas não conseguia se lembrar do rosto da pessoa.

“Você não me conhece. Ha ha ha, é engraçado. Vou deixar você me ver! ” o seguidor do culto riu, erguendo a mão e lentamente desemaranhando os laços da máscara. Um par de olhos zangados encarou Mo Fan.

A bochecha esquerda do cara estava um pouco podre, como se tivesse sido encharcada com ácido, mas seus olhos sem pálpebras inspiravam mais horror. No entanto, a bochecha certa Sim, Mo Fan já tinha visto essa pessoa antes, mas ele nunca teria pensado que essa pessoa poderia ser cúmplice de um culto.

“Você se lembra de mim agora?” disse o homem com um sorriso cruel ao notar Mo Fan olhando para sua bochecha direita.

“Então é você. Esta é a sua nova máscara para assustar as crianças? Devo dizer que funciona”, disse Mo Fan, tentando esconder o horror em seu coração ao ver esse cara.

“Cale a boca!” disse o cultista, cuja careta de raiva torceu seu rosto. Era estranho vê-lo assim, um lado irradiando uma emoção e o outro, o outro. Ele olhou para Mo Fan com ódio, como se quisesse arrancar a pele do menino e alimentá-lo com ela.

“Por que você não quer se tornar o jovem mestre de uma grande família? Mas você realmente decidiu se tornar um cão de culto ao demônio? Mo Fan brincou.

“É tudo por sua causa!” disse o homem de rosto desfigurado, quase rosnando.

“Vamos lá”

“Eu tinha que ser o único a entrar na fonte sagrada! Foi feito para mim! Você destruiu tudo! Quando eu puder trazer água da fonte sagrada para o Mestre Salang, vou me tornar um diácono p.n: o primeiro grau de um clérigo na Igreja, a seguir antes do presbítero e do bispo. Eu tinha tantos planos, coloquei muito esforço nisso tudo! Passei dez anos com esta velha raposa apenas para ganhar sua confiança retratando um filho exemplar, se ao menos ele me deixasse entrar na primavera sagrada! Você arruinou meu plano e dez anos de meu trabalho! A culpa é sua! Mestre Salang me puniu pressionando metade do meu rosto em ácido fantasmagórico! Você tem ideia do quanto dói? Não vou te matar tão facilmente. Não, eu vou mergulhar você em ácido fantasmagórico, e então você se tornará um escravo, como bestas de carga comuns!” disse o cara, rindo histericamente.

Leia a Novela VERSÁTIL MAGE português – Capítulo 111. – QUANZHI FASHI

Autor: Chaos, 乱

Tradução: Artificial_Intelligence

Capítulo 111. – VERSÁTIL MAGE português – Leia Novela leve
Novel : VERSATILE MAGE
Para favoritos
<>

Escreva algumas linhas:

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *

*
*